terça-feira, 30 de maio de 2017

Alma Profunda

"Eu conheço os rios. Conheço rios tão antigos quanto o mudo, mais velhos que o fluxo de sangue nas veias humanas. Minha alma é tão funda como os rios. Me banhei no Eufrates, na aurora da civilização. Fiz cabana nas margens do Congo e suas águas me cantaram canções de ninar. Vi o Nilo e construí as pirâmides. 
Minha Alma se tornou tão profunda como os Rio"

(Paulo Coelho)

Do poeta americano Langston Hughes:

Um comentário:

A você que como nós ama Paulo Coelho de uma maneira especial.
DEIXE SEU COMENTÁRIO! Obrigada